sábado, 31 de julho de 2010

As aparências...

Essa semana apareceram uns parentes da minha mãe de outra cidade, duas primas que minha mãe não via há uns 10 anos ou mais! Vieram visitar minha avó e saber do meu avô.

Uma das primas foi uma grande amiga da minha mãe no passado, eu não a via há mais de 10 anos. Uma graça de pessoa, porém, me desapontou um bocado com alguns comentários!

Gente, eu não entendo, por que as pessoas têm tanta necessidade de se focar no físico das outras pessoas quando vão falar delas! Enquanto conversavam (a minha mãe e a prima), a primeira coisa que a prima começou a falar foi sobre como estão os filhos e o marido, até aí nada de mais, mas adivinhem o que exatamente ela frisou?


"Nossa, mas você precisa ver como o fulano tá GORDO!" 


"Minha caçula, a ciclana, tá super GORDINHA, você nem ia acreditar."

Acho que a única coisa que ela falou dos filhos e do marido é como estão gordos!

Sou só eu que acho isso muito desagradável ou o quê? Tipo, nada mais que a pessoa faz ou o que ela é importa, o negócio é se ela está magra ou gorda... foda-se o resto.

Gente, numa boa, taí uma coisa que me irrita! Ainda bem que a prima não falou nada de mim, porque aí seria o fim da picada!
Odeio que fiquem frisando meu físico, odeio mesmo, não interessa a ninguém se eu engordei ou emagreci, isso é problema meu, por favor, eu sou muito mais do que um corpo gordo ou magro, eu tenho espírito, tenho uma mente, tenho sentimentos! Não sou um saco de batata insensível! Por que ninguém nunca pára para pensar nisso? Eu nunca falo do físico de ninguém, isso não é da minha conta, cada um pode ser como quiser, cada ser humano tem suas limitações e suas dificuldades e não me interessa se ele está gordo, magro, etc... por favor!

Finalizo esse post com a letra da música Beautiful, que resume tudo o que eu penso e sinto sobre esse assunto:


I am beautiful no matter what they say 
Words can't bring me down 
I am beautiful in every single way 
Yes, words can't bring me down 
So don't you bring me down today
(Christina Aguilera)

7 comentários:

Bi. disse...

Aqui em casa tem um filme, "Parente é Serpente!", é um filme Italiano muito bom e REALISTA POR SINAL, se nota pelo nome. Eles ficam o todo dizendo que se amam, mas quando a corda apertam pro lado deles, são capaz até de matar... simples assim!

Teve uma 'parente' minha que um dia veio com essa:

"Eu lembro que certa vez encontrei uma prima minha, em um enterro de um tio nosso, e ela me disse: “nossa como você está imensa!” e fez àquela cara de desdém, eu respondi a ela que aquilo não era problema dela, e sim meu e ela retrucou, “eu falo isso para que você tenha vergonha na cara!”."

Eu eu te digo, se tem uma coisa que eu vivo BEM é sem parente.

Da minha família toda, falo com todos, mas não sou apegada a ninguém, até porque ninguem é a mim. Quem me vê não pensa que tenho esse gênio, mas na verdade nem é gênio, é modo de vida mesmo. Iludir-se menos é viver mais... E eu já nem quero mais me iludir, isso ficou na infância.

Eu ACHO O FIM esse tipo de comentário, nunca revidei UM sequer no mesmo tom. Por fim entendi que as criaturas eram ridículas asssim e deixei pra lá. O negócio é esse, sair de junto e pronto. Aff...

Ei, nem sei de qual comentário vc ta falando, tá tudo tão certinho. Quem é chegada a comentários doidos sou eu! Hahahah :)))

Anônimo disse...

Olá. Bom, eu tentei começar amizade com vc pelo fotolog mas decepcionei-me muito mesmo pois nunca deu uma resposta em meu fotolog. Nunca retribuiu uma única visita minha mesmo q fosse para dizer q não queria mais meus comentários em seu fotolog. Achei deselegante de sua parte e lamentável, pois como sempre via vc simpática com outros, achei q seria educada e simpática comigo mesmo não me conhecendo. Claro q cada pessoa tem o direito de fazer e agir como bem quiser na vida mas acho q ser educado é o mínimo q devemos tentar ser. Vim ao seu blog desabafar isso pois lembro q vc fechou seu blog só para seus amigos comentar e por isso não pude colocar meu comentário de decepção lá no seu. Enfim, não vou insistir para vc comunicar-se comigo mesmo pq a conquista de uma suposta amizade a gente logo percebe no começo se uma pessoa dá abertura para tal. E vc não deu essa abertura. Foi deselegante, simplesmente. Decepcionante. Só posso desejar td de mais feliz em sua vida e boa sorte sempre.

Luiz

Anônimo disse...

"Vim ao seu blog desabafar isso pois lembro q vc fechou seu blog só para seus amigos comentar"

Errei: leia "fechou seu fotolog" ao invés de blog.

thais disse...

má, estou aqui.
já adicionei aos favoritos.
só não prometo comentar em todos os posts pq eu não consigo. mas leio tudinho.

bom bom.
na minha família tb, todo mundo só fala se vc engordou ou emagreceu. heheheh. acho que é padrão, amiga.

beijo

Daya Narciso disse...

Amoreeeee
Saudades de vc menina....eu dei uma sumidinha basica dos blogs,pura falta de tempo,mas naum esqueci de vc naum...Sempre me foi especial e sempre será...
Sabe que me identifico ttmte com esse post neh...Eu mesma sofro preconceitos por isso,pq sempre fui magrinha,mesmo...e hj naum posso dizer o mesmo,gorda que só eu,o que escuto,nossa vc engordou tanto..ou quem naum conheci,nossa como vc era magra,como se isso mudasse o que realmente isso..
Como diria meu irmão..Parentes são os meus dentes...huahuahuahua
Só lamento...
Beijokassss

P.S:Espero que seu vô esteja melhorando...Colocarei ele em minhas orações...
amoooooo

εїз Má εїз disse...

Luiz, sinto muito se não respondi você, infelizmente não tenho tempo para visitar todo mundo, às vezes deixo passar alguém, não é falta de educação e sim falta de tempo e desatenção mesmo! Sinto muito se isso o deixou decepcionado! Se quiser continuar visitando meu blog, será bem vindo, e se quiser me passe seu endereço novamente e terei muito prazer em visitá-lo.

Brunna disse...

Oi Má!!!
É que as pessoas gostam mesmo de falar da vida alheia. Gostam de criticar e julgar, como se isso as tornasse melhor, sabe? Precisam dizer q fulaninha está gorda para se sentirem menos gordas (ou menos qualquer coisa q sejam). As pessoas são cruéis e maldosas. Preferem viver observando e falando dos outros q cuidar de suas próprias medíucres vidas, afinal de contas o q uma pessoa assim pode ter de tão bom em sua vida para vangloriar-se? Dignas de pena e desprezo.
Uma vez perguntaram a um menino se ele gostava da sua mãe gordinha como ela era e ele respondeu: "claro, assim tenho mais mãe pra gostar de mim!" Hahaha... as crianças são o q há de melhor mesmo! Pena q crescem e se tornam iguais ou piores q esses exemplos podres de ser humano. Infelizmente hj em dia não se sabe mais ter educação e delicadeza. Não se sabe amar pelo q se tem de bom. Lamentável e triste.
Beijos amiga!

Ps.: Hoje mesmo no blog da Brunna tinha 1 comentário de uma mulher (q logicamente inventou um nome) criticando algumas palavras q eu escrevo no diminutivo pra Brunna. O que fiz? Deletei e esqueci. Digna de pena e desprezo. Provavelmente seja uma dessas pessoas amargas, mal amadas e que preferem perder tempo criticando do q viver sua vidinha...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...