quinta-feira, 16 de setembro de 2010

A vida e suas provações

Hoje conversando com a minha mãe pelo skype fiquei muito triste e preocupada. As coisas por lá estão muito difíceis. Os únicos momentos que minha mãe tem pra descansar são quando meu avô vai para a hemodiálise e quando ela vai dormir, então hoje aproveitamos que ele estava na hemodiálise para conversar rapidinho.
Bom, ele continua internado e regrediu tudo o que havia melhorado nas últimas semanas. Não está conseguindo ficar em pé de novo, está delirando praticamente 24h por dia, não dorme (meu pai está ficando com ele à noite e diz que ele delira a noite toda, quer sair da cama, fica nervoso, não dorme 10 minutos), e para piorar a técnica de enfermagem que foi dar banho nele ontem deixou ele sozinho no banheiro e ele tentou levantar, caiu e se machucou todo. E hoje o médico queria dar alta pra ele, coisa mais sem cabimento, sendo que ele está péssimo! Minha mãe quase desesperou pois não há condições de levar ele pra casa assim! Ela e meu pai estão um caco!
Meu avô está delirando tanto que até anda me vendo lá no hospital, ele acha que eu estou lá também.
A preocupação agora é como vai ser quando ele for para casa caso ele continue delirando e continue sem dormir, pois não tem como pagar alguém para cuidar dele à noite também (minha mãe já está pagando uma cuidadora que fica pela manhã e é o olho da cara). Venderam um terreno que era dos meus avós para bancar os gastos com a cuidadora, porém esse dinheiro não vai durar muito. E depois?

Fico aqui matutando, tentando pensar em alguma coisa para dizer à minha mãe e tentar ajudar, dar uma idéia, mas não há nada para se fazer. E eu não posso estar lá para ajudar.

Às vezes me sinto triste e sinto uma culpa horrível por me pegar pensando que seria muito melhor se Deus tivesse piedade e levasse o meu avô e o livrasse de todo esse sofrimento. Posso estar sendo egoísta pensando assim, pois também penso na minha mãe que não aguenta mais carregar essa carga tão pesada, porém de que adianta meu avô viver dessa forma? Quando ele está lúcido ele diz o tempo todo que quer morrer, que não aguenta mais. E eu entendo ele. Para mim a morte não é o fim, mas sim um novo começo. Eu não tenho medo da morte. Tenho medo sim que as pessoas que eu amo morram, porém nesse caso é diferente, eu nunca iria querer que alguém que eu amo ficasse sobrevivendo e sofrendo somente por "estar vivo", somente para não termos que lidar com sua perda. Não, isso não. Eu sou espírita, tenho uma compreensão da morte totalmente diferente, vejo a morte como um alívio, o fim de uma jornada de provações e o recomeço da nossa verdadeira vida. Não aguento mais ver meu avô sofrer e minha mãe, pai e avó sofrerem de tabela. Sei que ninguém morre antes de sua hora, e não temos como saber quando é essa hora, mas, me perdoe Deus se estou pecando com esses pensamentos, mas nesse momento eu só quero que Você acabe com o sofrimento do meu avô. Tenha piedade.

Enfim... esse post foi um desabafo.

Beijos pra vocês.

5 comentários:

Uiara disse...

Vc não esta sendo egoísta, mas sensata... Que Deus tenha piedade e amenize essa dor de vcs, dos seus familiares e do vovo.
Bjão,

Daya Narciso disse...

Não é egoísmo Má,muito pelo contrario...Se vc quisesse que ele continuasse aqui,mesmo sofrendo somente para que VC naum sinta a dor da perca,é diferente.
Ninguém aguenta ver um ente sofrer dessa forma.
Oro pra que tudo se ajeite da maneira que Deus achar que deve ser,que Ele de forças pra vcs...
Qq coisa,quiser conversar estarei aqui
beijos
amo vc

Bia disse...

Faço das palavras da Daya as minhas. Força nessa hora à todos e pra todos.Amém

Érika disse...

Oi Maíra, não sei se lembra de mim sou prima da Daya, lia seu blog antes, mas acabei meia afastada da net e do mundo blogueiro, agora estou voltando (aos poucos bem poucos rs)...
Imagino como vc se sente em relação ao seu avô, mas concordo com as meninas quando dizem q vc não está sendo egoista em pensar desse jeito, vc não está sendo egoista, muito pelo contrario, vc está pensando no bem de todos inclusived o seu avô, vouestar aki na torcida pra q td de certo tá...
Ah adorei saber q vc tb é vegetariana, eu sou tb, não tem muito tempo, mas acho q foi a melhor escolha q fiz, ó to apanhando um pouco ainda com os pratos mas vou pegando o jeito...
Enfim se quiser da uma passadinha no meu blog, ta fraquinho ainda mas eu pego o jeito...
Beijos...

Juliana A.B.F. disse...

Má, não alimente esse tipo de pensamento que só te angustia. Sua mãe,seu pai, seu avô estão passando por coisas difíceis, eu imagino. De longe, o que você pode fazer é rezar, dar uma força à distância pra sua mãe e cuidar muito de si mesma para ela ter pelo menos essa certeza, a de que você está bem. Pode acreditar que isso já ajuda demais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...